Artigos

Se você se interessa pela psicanálise, veja alguns dos artigos de Juliana em português.


ENTRE O AMOR E O POEMA: PERCURSOS DE UMA ANÁLISE

Trabalho apresentado dia 19 de março de 2021, como abertura da Oficina de leitura do livro do Michel Bousseyroux « O risco da topologia e da poesia: expandir a psicanálise ». A oficina é realizada mensalmente pelo Forum do Campo Lacaniano de Salvador sob a coordenação de Juliana Sperandio e Daniela Batista.

(DES)EN-LAÇOS ENTRE AMOR, DESEJO E GOZO

Trabalho apresentado dia 9 de outubro de 2019 no Circulo Psicanalitico da Bahia, em Salvador (BA).

O AMOR NA HISTERIA

Trabalho apresentado no seminário « Histeria » do Fórum do Campo Lacaniano de Nova Iguaçu.

O SINTOMA AO PÉ DA LETRA

Mémoire –M2R Psychologie – Psychanalyse et Recherche interdisciplinaire, UFR D’Études Psychanalytiques, Paris Diderot, Paris VII, 2018.

O FORA DO CORPO: IMPASSES ENTRE A HOLÒFRASE E A LETRA

As divergências entre fenômenos psicossomáticos e sintoma são esclarecidas na clínica a partir do conceito de holófrase, apresentado por Lacan durante o seminário 11. Contudo, a holófrase já anunciava a ruptura com o simbólico ao ser apresentada como significante real na condição de um S1 que não entra na cadeia. Isso nos permite dizer que a holófrase está fora do corpo simbólico. O problema se estabelece, sobretudo, na década de 1970, quando Lacan define o sintoma como letra, marcando Um que estaria fora do corpo. Seria a holófrase uma letra? A qual corpo se referia Lacan ao fazer essa constatação? Os avanços na teoria lacaniana ligados aos conceitos de corpo, de sintoma e de inconsciente implicam na necessidade de um estudo sobre os corpos e o que acomete o fenômeno psicossomático e o sintoma.  


Nous parlons tous une langue étrangère au niveau de l’inconscient

Colette Soler

%d blogueurs aiment cette page :