O SINTOMA AO PÉ DA LETRA

 

Essa é a tradução do artigo publicado anteriormente no site. O artigo original, escrito em francês, foi apresentado na Escola de Doutorado Pesquisa e Psicanálise na Universidade de Paris VII, em junho de 2018, como parte das Conferências de « Lacan nos seu últimos seminários ».

Em 1977 (p. 26), Lacan dizia que « Freud tinha apenas um pouco de ideia do que era o inconsciente ». Na medida em que o sintoma é, segundo Freud, uma formação do inconsciente, o que seria então um sintoma para Lacan? Quais transformações dos conceitos psicanalíticos do ensino de Lacan puderam provocar uma mudança na noção de sintoma? Esse artigo apresenta um estudo da mudança desse conceito na obra de Lacan, tomando apoio, sobretudo, no seminário « R.S.I ».

Laisser un commentaire

%d blogueurs aiment cette page :